O ímpio com a boca destrói o próximo, mas os justos são libertados pelo conhecimento. Provérbios 11:9








Data Publicação: 14/04/2018 17:38:04
Profeta Judeu Amós: A Nova Jerusalém

Agora D'us diz que vai restaurar Israel e os judeus, ele será Adonai deles e eles serão seu povo eternamente.

Adonai unificará Israel e Judá em um só reino, e reestabelecerá a dinastia de Davi através do governo Messiânico, Jerusalém será o centro de adoração de todas as nações.

  

Haverá duas etapas para o cumprimento total das Alianças Abraâmica, Davídica e Palestina:

 

a) A primeira parte cumpre-se no Reino Milenar (Apocalipse 20:4), após a septuagésima semana de Daniel, onde quase a totalidade das profecias bíblicas são cumpridas e a segunda parte, trata-se do clímax que ocorre com a vinda do Estado Eterno que desce dos céus.

b) A segunda parte trata-se do Estado Eterno, a Nova Jerusalém. A bíblia não dá muito detalhes sobre o tema, mas nos mostra um pouco no livro de Apocalipse capítulo 21 e 22.

 

O início do Dia do Senhor (Apocalipse) é através do acordo de "paz" entre Israel e Palestina, do qual será feito pelo falso messias, este acordo será de 2520 dias ou 7 anos utilizando o calendário Bíblico de 360 dias/ano e o término acontece com a vinda do Mashiac sobre Jerusalém.

Este acordo ou aliança de "paz" entre Israel e Palestina, será quebrado pelo falso messias após 1260 dias ou 3 anos e meio utilizando o calendário de 360 dias.

Após o período de 7 anos declarado por Jeremias e Daniel, o Messias peneirará quem entrará no reino milenar, onde os Judeus crentes voltarão a adorar em Jerusalém, no quarto templo, mas agora junto ao Messias que ocupa o trono de Davi, descrito por Ezequiel.

O terceiro templo será construído e profanado durante a septuagésima semana de Daniel, conforme informações no livro de Apocalipse 11:1 e 2 e Daniel 9:27.

Tanto durante o Reino Milenar, quanto no Estado Eterno haverá nações gentílicas, dos quais deverão adorar ao Eterno de Israel em Jerusalém juntamente com os Judeus - Apocalipse 21:24 e Isaías 60:3.

Judeus e Gentios crentes estarão adorando na Capital do mundo, Jerusalém! 

No Reino Milenar, o sistema político e religioso de Israel estarão sobre a governabilidade e liderança dos judeus, e a divisão territorial é baseada nas tribos de Israel.

Após o período Milenar e o julgamento no trono branco, haverá a Nova Jerusalém, o Estado Eterno, que virá dos céus, perfeita, santa, próspera, formosa e segura! Apocalipse 21:1 a 4.

Haverá abundância de comida, a produção será contínua, vinhos de alta qualidade e abundante, não haverá mais lágrimas, dor, morte; a paz e o amor serão eternos. Algumas dessas características teremos durante o reino milenar, mas o pecado ainda não foi banido da terra, e próximo ao final dos 1000 anos haverá a segunda fase de Gogue e Magogue - A rebelião contra o governo do Mashiac - Amós 9:13 a 14.

No trono em Jerusalém está o Alfa e Ômega, o princípio e o fim, o Grande EU SOU, Adonai, Yahweh, Abba, o Eterno, O Emanuel e seu governo será para sempre e sempre.

Senhor dos Senhores e Rei dos Reis.

O trono Eterno começa no Reino Milenar, porque não há mais interrupção da linhagem Davídica, continua no julgamento do trono branco e avança para a Eternidade no Estado Eterno.

Enfim, todas as promessas e profecias cumpridas!

Amém.

 

Todo o texto trata-se de um resumo dos eventos, obviamente, há muito mais a descrever...

 

 

Silas Anastácio
Evangelista e Expositor Bíblico
JERUSALÉM ETERNA