O ímpio com a boca destrói o próximo, mas os justos são libertados pelo conhecimento. Provérbios 11:9








Data Publicação: 29/08/2018 21:18:09
Parte 2: Deus abandonou Israel ou os Judeus?

O desenvolvimento da Aliança Abraâmica ocorre nas Alianças Davídica, Aliança da Terra ou Palestina e Nova Aliança; todas as alianças se complementam.

Garantida pela Aliança Abraâmica, através de Abraão nasceria muitas nações, reis e reinos; assim, como dele haveria um descendente que governaria o mundo!

A igreja (Ekklesia) que é predominantemente gentílica também nasce da Aliança Abraâmica, que por sua vez recebe a graça da salvação através do sacrifício do cordeiro pascal, Yeshua, o redentor, o cabeça da Igreja.

Sendo assim, a Aliança Abraâmica e a Aliança Davídica dizem que o trono de Davi seria eterno - Logo, haveria um descendente de Davi que subiria ao trono. 

Para subir ao trono é necessário um reino e um povo - Judeus e gentios crentes.

A Aliança Palestina garante um lugar, assim como a Aliança Abraâmica garante a posse da Palestina pelos Judeus crentes, onde os gentios crentes participarão da promessa.

Durante o reino Milenar, o Messias, que veio da dinastia Davídica estabelecerá seu reino Eterno, e ele fará uma Nova Aliança com Israel - As pessoas conhecerão a ele e a lei estará em seus corações.

Através da Nova Aliança, todas as pessoas conhecerão a D'us e terão um nível profundo de conhecimento do bem e do mal, mas ainda terão o livre arbítrio de escolher ou não o Messias durante o reino milenar, onde ainda existirá o pecado.

O pecado somente será extinto após o grande trono branco, onde todos terão seus corpos transformados em corpos incorruptíveis.

Atualmente a Igreja usufrui da Nova Aliança e em breve veremos a nação de Israel usufruir juntamente conosco.

 

Do resumo:

Aliança Abraâmica = Garante uma terra, um Messias e um reino.

Aliança Davídica = Garante um Rei e um reino.

Aliança Palestina = Garante a terra de Israel e a posse total da Palestina pelos judeus.

Nova Aliança = É a lei através de Yeshua, dentro dos corações e não mais em tábuas!

 

Da conclusão:

Jesus virá de forma visível para estabelecer seu trono Eterno em Jerusalém, e ele ressuscitará os patriarcas judeus e os judeus crentes da Aliança Mosaica para verem cumprir as promessas feitas por Adonai. 

O reino Messiânico Eterno começa durante o reino milenar, do qual não terá mais interrupção e continuará na Jerusalém Eterna que descerá dos céus, após o grande trono branco.

As nações gentílicas crentes deverão se submeter aos líderes judeus crentes, os quais serão responsáveis pelas cerimônias e sacrifícios memoriais do 4º templo judaico, durante o reino milenar.

A igreja se submeterá somente a Yeshua, e seu lar trata-se da Jerusalém celestial, que descerá dos céus após o reino milenar e será o Estado Eterno - Judeus e gentios serão um só povo eternamente.

 

Silas Anastácio
Evangelista e Expositor Bíblico
JERUSALÉM ETERNA