O ímpio com a boca destrói o próximo, mas os justos são libertados pelo conhecimento. Provérbios 11:9








Data Publicação: 02/11/2017 17:54:04
O silêncio da mídia: A Palestina que persegue cristãos

Os Territórios Palestinos abrangem três regiões: Cisjordânia, Faixa de Gaza e Jerusalém Oriental, onde fica a disputada Cidade Velha.

A Palestina está entre os 50 países que mais perseguem cristãos do mundo, e obviamente a mídia não mostra isto, além de esconder fatos tenebrosos que ocorrem no país.

Em 2016, o Gospel Prime mostrou que até 2007 Gaza tinha cerca de 3.000 cristãos, quando Hamas assumiu o controle da região, o número foi para 1.200!

Na mesma reportagem, foi denunciado um ataque bárbaro contra o proprietário de uma livraria cristã, que teve sobre o imóvel uma bomba lançada; o proprietário foi capturado e torturado publicamente, antes de ser morto.

https://noticias.gospelprime.com.br/cristaos-palestina-diminuindo-perseguicao/

 

A ideia do ataque á livraria, foi inibir a expansão do cristianismo na região. No entanto, a coerção de muçulmanos obrigando a conversão forçada de cristãos ao islamismo é comum, e em muitos casos, se o cristão se nega a conversão, é morto.

As mesmas organizações que repudiam Israel, o único país livre e democrático do oriente médio, ficam em silêncio para defender os cristãos, o que mostra que há um interesse claro em defender apenas muçulmanos.

Em 2017 a Palestina ocupa a 23ª posição da lista do Portas Abertas, a principal instituição que apoia a Igreja Perseguida do Brasil, e uma das mais importantes do mundo.

Essa posição mostra que a perseguição contra cristãos é severa!

A população da Palestina é de 4,9 milhões, sendo 70,8 mil de cristãos e a religião oficial do país é o islamismo.

 

Para download da lista dos países que mais perseguem cristãos, utilize o link abaixo:

https://www.portasabertas.org.br/dlpg/2017/Mapa2017_A2.jpg

 

É importante destacar, assuntos que envolvem a perseguição cristã na Palestina são quase nulos na mídia mundial, uma vez que o islamismo é aliado do comunismo e do progressismo, colocando Israel como uma nação de terror contra os direitos humanos.

Neste ano de 2017, novamente houve uma perseguição intensa contra cristãos, agora gerado pela polícia Palestina para a comemoração do Hamadã, o motivo é por comer no período do jejum islâmico.

De acordo com o jornal, quatro pessoas foram presas podendo ficar até um mês na cadeia ou ter que pagar multa.

https://noticias.gospelprime.com.br/cristaos-sao-presos-na-palestina-por-nao-observarem-o-ramada/

 

Christy Anastas é uma das poucas vozes que enfrentou corajosamente a mídia e políticos de esquerda mundial, que são pró-palestina e anti-Israel.

https://www.breakingisraelnews.com/14479/palestinian-family-denounces-daughters-brave-stance-christian-mistreatment-pa/#/

 

Veja um dos relatos da ativista cristã:

..." Ela relata a história de seu tio que ao recusar a pagar "al-jizyah" (imposto cobrado para proteger não muçulmanos), que Anastas descreve como dinheiro de proteção, foi denunciado como traidor e assassinado na frente da própria casa.

Em seu funeral, outro amigo falou contra seus assassinos e foi baleado na cabeça. Sua vida foi salva pelos israelenses, mas ele permaneceu cego pelo resto de sua vida. "...

 

Abaixo o vídeo (em inglês) da Palestina cristã, Christy Anastas, denunciando a opressão islâmica contra cristãos, e por causa da repercussão do vídeo na internet, ela e sua família receberam inúmeras ameaças; Christy teve que fugir para a Inglaterra neste período.

 

 

  

Silas Anastácio
Evangelista e Expositor Bíblico
JERUSALÉM ETERNA