O ímpio com a boca destrói o próximo, mas os justos são libertados pelo conhecimento. Provérbios 11:9








Data Publicação: 06/10/2017 13:00:03
O profeta Judeu Jeremias é perseguido pelos religiosos!

Após Jeremias profetizar no átrio do Templo de Salomão, dizendo que a nação seria destruída por causa da idolatria e iniquidade, as mensagens do profeta incomodam a elite religiosa de Jerusalém.

Pasur, sacerdote e profeta, um dos líderes religioso mais importantes de Jerusalém, manda capturar Jeremias e o açoitá-lo trinta e nove vezes em um tronco, deixando-o preso por um dia, amarrado ao tronco.

No dia seguinte, Adonai manda o profeta dar um novo nome ao sacerdote Pasur, que será - Magor-Missabib, significa - terror por todos os lados.

A ira de Adonai se acendeu contra Pasur!

 

Magor-Missabibi, tornou-se um símbolo da ira de Adonai sobre a classe religiosa, os políticos, a nação e Jerusalém; então Adonai decreta doze punições:

 

1) Adonai traria terror sobre o sacerdote e falso profeta Pasur

2) Adonai traria terror sobre todos os amigos do sacerdote

3) Os amigos de Pasur morreriam pela espada dos inimigos

4) Pasur veria todos seus amigos morrerem

5) A nação de Judá seria entregue para o Rei Nabucodonozor

6) A nação de Judá seria escrava na Babilônia

7) A nação de Judá seria entregue para a espada

8) A nação de Judá seria saqueada e sua riqueza roubada

9) Tudo que a nação conquistou seria roubado

10) Todo o ouro, prata e pedras preciosas seriam roubados

11) O sacerdote e profeta Pasur, seria escravo na Babilônia

12) Pasur e seus amigos sobreviventes, morreriam na Babilônia

 

Adonai mostra que Pasur era um falso profeta e um líder religioso que conduzia a nação ao colapso!

 

 

Silas Anastácio
Evangelista e Expositor Bíblico
JERUSALÉM ETERNA