O ímpio com a boca destrói o próximo, mas os justos são libertados pelo conhecimento. Provérbios 11:9








Data Publicação: 25/01/2018 12:08:02
O encontro de uma Judia com o Messias

Meu nome é Michelle Rosenblit, nasci em 24 de maio de 1981, de uma mãe judia e um pai católico.

Pouco depois de eu nascer, meus pais se divorciaram, então passei a morar com minha mãe e meu pai poderia me visitar quando quisesse.

Meu pai mudou-se para os Estados Unidos quando eu tinha seis anos, deixando minha mãe para me criar sozinha (não foi ruim).

Minha mãe e eu moramos com meus avós e quando eu tive a idade suficiente para começar a frequentar a escola, ela me matriculou em uma escola judaica. Ela não podia pagar por isto, mas o rabino que liderava a escola me deixou entrar.

A sala de aula do qual eu estava era pequena, havia quatro de nós, embora parecesse ser uma coisa boa, acabou por ser solitário para mim, já que as outras crianças não gostavam de brincar comigo (acho que era porque elas eram ricas e eu pobre).

O bairro que minha mãe e eu morávamos, as crianças também eram malvadas, e mesmo quando eles brincavam comigo, eles me deixavam sentindo deslocada.

Então, eu era sozinha a maior parte do tempo e passava este tempo, escalando árvores e brincando comigo mesma.

Um dia eu estava sentada em uma árvore na frente da casa do meu avô e um homem com barba, vestido de branco, sentou-se ao meu lado e começou a conversar comigo, não tenho ideia de quem é esse homem, e nem tenho a certeza do que realmente aconteceu, mas era muito real. O que eu sei é que, desde então, comecei a crer que Yeshua (Jesus) é o Messias.

Obviamente, crescer em uma casa judaica até os meus 12 anos significava que Yeshua (Jesus) não era falado, mas viver com meus avós era difícil, minha mãe muitas vezes não se dava bem com eles e havia muita briga.

Tanto que isso me levou a fugir para a casa da minha avó (a mãe do meu pai), ela acreditava em Yeshua HaMashiac, mas ela faleceu, ela falava comigo sobre ele, mas eu realmente não entendia muito sobre isto.

Quando eu fiz onze anos, minha mãe decidiu me enviar para visitar o meu pai (depois de cinco anos sem vê-lo), não tenho certeza de como aconteceu, mas acabei ficando e morando com meu pai e sua esposa.

Meu pai frequentava a igreja católica todos os sábados à noite, durante alguns anos indo para a igreja, em algum momento meu pai decidiu me batizar, eu estava realmente entusiasmada com isso, mas acho que estava fazendo isso para agradar meu pai!

Então, aos 13 anos, fui batizada e aceitei ao Messias como Adonai, mas deixe-me dizer-lhe, viver na casa de meu pai com sua esposa parecia ainda pior do que viver com minha mãe, porque eles discutiam constantemente.

Na maioria das vezes, as brigas começavam no caminho para a igreja e continuavam após o culto. Era muito difícil para mim entender como pessoas que diziam ser cristãs pareciam estar tão fora de contato com o Messias.

Esta é uma pequena parte da minha história, isto para mostrar que eu não cresci em um ambiente onde Yeshua era Adonai em minha casa, e mesmo durante todas as coisas más que me rodeavam, eu ainda acreditava que de fato ele era e é o meu Messias.

Eu cresci e muitas coisas mudaram em minha vida, abaixo vou mostrar a minha vida após tornar-me adulta e as experiências que me levaram a me render completamente à vontade de D'us e ao tempo em que finalmente entendi o quão importante é viver em Yeshua HaMashiac.

Mudei para Spokane, EUA, em 2004 - juntamente com meu namorado.

Ele e eu nos mudamos com seus amigos que já haviam se estabelecido na cidade. Então, eles nos receberam para ficar em sua casa, até que pudéssemos encontrar nosso próprio lugar.

Tudo parecia excelente no começo, mas o amigo do meu namorado por algum motivo não gostava de mim (ele era racista) e eu sou brasileira. No terceiro dia morando na casa deste homem, ele decidiu me expulsar de casa!

Eu não tinha carro, não tinha dinheiro e não conhecia ninguém; eu era basicamente um sem-teto.

Uma senhora na época me contou sobre um abrigo para mulheres que não tinham casa e ela disse que eu poderia ir lá e ficar a noite.

Quando fui e passei a noite neste abrigo, orei a Yeshua toda à noite até que eu ficasse cansada o suficiente para adormecer; pedi-lhe que me ajudasse a encontrar um abrigo e que ele tivesse misericórdia de minha situação.

No dia seguinte, fui confrontar meu namorado, porque não entendia o porquê ele deixou isso acontecer comigo.

A vizinha viu o que estava acontecendo e pensava que eu era uma problemática, e ela veio para brigar comigo. Então eu expliquei para ela o que estava acontecendo, ela e sua mãe me receberam em sua casa, e me deixaram ficar lá até eu ser capaz de encontrar um emprego e me mudar para um lugar meu.

Quando consegui emprego e moradia com a ajuda de Yeshua, meu namorado decidiu que queria continuar nosso relacionamento (eu tinha 22 anos e era muito ingênua).

Então, eu deixei ele se mudar para morar comigo, e depois de cerca de um ano aproximadamente, nós nos casamos. O casamento era muito difícil e ele começou a me trair.

Um dia o peguei me traindo e o enfrentei, e decidi que estava tudo acabado. Ele vendeu todas as nossas coisas, e um dia eu cheguei em casa, e ele se foi - Neste momento, eu fiquei destruída!

Parei de viver e fiquei focada apenas em jogar videogames e ir para a escola. Minha saúde estava indo embora, porque tudo o que fazia era sentar e comer besteiras.

Fiz isso por cerca de nove anos da minha vida, um dia depois desses nove anos, acordei e decidi que iria para a academia e entrar em forma, para que eu pudesse começar a namorar. Mas eu também comecei a frequentar a igreja novamente, porque eu precisava mais do que apenas uma cura física.

Sabia que precisava de uma grande mudança na minha vida, e a única maneira de fazer isto era se conectar de volta a Jesus. Foi ele quem me tirou da tempestade, quando me mudei para esta cidade, então eu sabia que ele iria me ajudar com essa situação.

Enquanto frequentava a igreja, namorei com muitas pessoas, eu estava com medo de entrar com um relacionamento sério com alguém, por causa de coisas que aconteceram no meu passado. Mas, no entanto, continuei a orar a D'us para me abençoar com um marido e uma família.

Através de um site de encontros, meu marido me encontrou. Pensei que ele era a resposta para as minhas orações, no entanto, meu casamento de conto de fadas logo se transformou em uma turbulência.

Deixe-me dar-lhe um pouco mais dos eventos antes da turbulência.

Quando conheci meu marido, realmente não me sentia atraído por ele, parecia um bom homem, mas fisicamente simplesmente não me atraía, ele era é um jogador e por isso mantivemos uma amizade por meio de jogos, mas nunca nos reunimos cara a cara.

Ele sabia que eu ia à igreja todos os domingos, então ele me perguntou (ele era descrente) se ele poderia ir à igreja comigo, é claro que eu disse que sim, porque quem afastaria alguém quem estivesse buscando a Yeshua? Desde aquele dia, fomos inseparáveis, pedi-lhe que mudasse para minha casa uma semana depois, um mês depois, ele me pediu em casamento, cinco meses depois, nos casamos.

Morávamos com meus sogros e financeiramente brigávamos constantemente, uma das principais razões pelas quais eu casei com ele, foi porque ele parecia ter a mesma vontade que eu de construir uma família e ter filhos (mesmo que ele já tivesse dois filhos de um casamento anterior).

Tenho PCOS, o que torna quase impossível engravidar, a menos que você faça tratamento de fertilidade. Meu marido e eu tentamos por um tempo ter um bebê e eu simplesmente não estava ficando grávida.

Isso me levou ao fundo do poço e entrei em uma grande depressão, eu não queria fazer nada, e eu estava muito zangada o tempo todo, porque isso me deixou REALMENTE infeliz.

Não entendia como um D'us que me ama tanto me negaria o direito de ter filhos, quando tantos bêbados, dependentes químicos e pais violentos são abençoados com crianças!

Então, meu marido e eu concordamos em fazer tratamento de fertilidade, e mesmo assim, tudo se tornou tão difícil!

Não conseguimos iniciar a primeira fase do tratamento, por causa do PCOS, sou resistente à insulina e eu precisava fazer  procedimentos para controlar o açúcar no sangue. Demorou mais três meses, e eu não conseguia mais lidar com tudo isto, minha depressão ficou fora de controle!

Naquele momento, eu disse a Yeshua (Jesus) que eu estava desapontada com Ele e que eu nunca mais queria que ele fizesse parte da minha vida.

Sou uma boa pessoa, eu tentava viver uma vida da forma mais honesta possível, eu nunca bebi ou usei drogas e nem fumava. Tentei fazer o máximo que pude para preparar meu corpo para ter um bebê e fazer coisas para ajudar a aumentar as chances de fertilidade.

De qualquer forma, em maio de 2017 celebramos nosso aniversário de dois anos, e dois dias depois meu marido pediu divórcio e no dia seguinte começou a namorar com outra pessoa!

Isso foi a cereja do bolo para me derrubar, até o ponto em que me sentia tão DESTRUÍDA, que pensei que nunca mais eu me recuperaria.

Eu queria morrer para que toda a dor que eu estava passando desaparecesse, lembre-se que naquela época ainda vivíamos com os meus sogros, era uma situação muito difícil.

Quando ele não estava em casa, eu sabia que ele estava com outra mulher e mesmo quando ele estava em casa, era como se ele não estivesse. Eu não conseguia sair de imediato, porque eu era a única que realmente trabalhava e metade do meu salário estava indo para o convênio médico, logo, eu não tinha como economizar dinheiro para sair imediatamente.

Fui pedir ajuda para meu pai, liguei para ele e contei-lhe o que estava acontecendo e sabia que ele seria uma pessoa que jamais me deixaria nesta situação miserável e me ajudaria com dinheiro para mudar de casa.

No entanto, não foi o que meu pai fez, ele disse que não seria meu facilitador e que eu deveria aprender a recorrer a D'us, Yeshua, para livrar-me desta situação e dor.

Fiquei muito brava com meu pai,  e não entendia como ele poderia dormir à noite sabendo que eu estava tão machucada e não me ajudar!

Deixe-me dizer-lhe qual foi o melhor conselho, o mais incrível que alguém poderia me dar - Eu ainda resisti alguns dias sem conversar com Adonai, mesmo ele tentando se aproximar de mim... Eu estava muito cega para perceber isto.

Através de um vídeo enviado por um amigo, fui desafiada a ler a Bíblia por uma hora todos os dias e, no início, eu não notava nenhuma diferença, mas depois de uma semana ou mais as coisas começaram a mudar para mim.

Iniciei com o livro de Mateus, e quanto mais eu lia, mais eu chorava.

Eu estava muito triste, e a Palavra de D'us estava remendando meu coração, enquanto eu estava lendo. Pude falar com Deus sobre minha dor, sobre minhas necessidades, enfim, eu precisava sair do inferno que estava ao meu redor e me arrepender de todos os meus pecados que cometi no meu casamento, o que levou à sua destruição.

Sabia que nem tudo que levou o fim do meu casamento era minha culpa, mas eu precisava me arrepender das coisas que fiz (os pecados que cometi). Comecei a frequentar a igreja todos os fins de semana, me aproximando do Mashiac (Messias).

Cerca de um mês depois, minha mãe que não ganha muito bem, me enviou US $ 300 para me ajudar a sair da casa, e no dia seguinte meu pai ligou e perguntou como eu estava fazendo.

Expliquei o que estava fazendo e como eu pedi a D'us para ajudar-me, e assim por diante, meu pai sem eu pedir, me deu US $ 500 para me ajudar a sair da casa da minha sogra.

Adonai me abençoou através dos meus pais, com US $ 800!

Mudei depois de aproximadamente duas semanas, mas durante essas semanas que eu estava procurando um lugar, eu conheci quatro pessoas diferentes que alugavam um quarto e todos me recusaram.

Em uma quarta-feira, comecei a mudança, orei a Yeshua quando estava em uma pausa no trabalho e pedi-lhe que me guiasse e me ajudasse a encontrar um lugar para viver, então abri uma listagem de quartos para alugar por US $ 500.

Era uma das coisas mais tranquilas que estava acontecendo na minha vida, basicamente recebi uma mensagem de um dos responsáveis, depois nos encontramos às 18 horas e eles confirmaram que eu poderia me mudar. Foi ótimo, finalmente deixei o inferno na terra e fui para um lugar de paz.

Depois descobri que o lugar não era bom para mim, porque o proprietário usava drogas e eu não queria viver em uma casa que tivesse isso. Então orei por um novo lugar, e Adonai me abençoou com outra casa uma semana depois da minha oração.

Neste novo lugar, eu poderia levar meus animais e não precisaria pagar um hotel para meus pets. Adonai me abençoou de muitas maneiras, usando esta tempestade e não há nenhuma maneira de negar ou dizer que ele não é real.

Sim, Jesus é o Messias de Israel, sim ele é!

Ele me amou tanto, e me deu paz no coração, me amou de maneira que nunca experimentei.

Na minha igreja, juntei-me a um grupo chamado Rooted, é uma aula onde você aprende e cresce com Yeshua mais e mais.

Eu já tinha sido batizada antes, mas fui batizada novamente no dia 1 de dezembro de 2017, desta vez eu estarei com Yeshua para sempre, e não é porque meus pais queriam que eu fosse batizada, mas porque pessoalmente experimentei Yeshua em minha vida e toda a sua bondade.

Minha força veio de Yeshua que voluntariamente me deu, porque eu entreguei minha toda minha vida a Ele.

Tempestade que vivi e levou o fim do meu casamento, eu estava realmente quebrada por causa disto, mas encontrei vida através destes momentos, Jesus me acolheu de novo em sua casa, mesmo após eu o rejeitar. E no meu tempo de necessidade, ele foi o único que realmente me salvou.

Não sou nada sem ele, e hoje eu quero reconhecer o meu Messias, tanto nos meus bons tempos como em meus maus momentos.

Coloquei-o à frente de todos e de tudo em minha vida, e onde ele me dizer para ir, eu irei, onde ele for eu o seguirei e obedecerei. Nunca quero estar sem ele novamente.

Quanto mais eu leio a Bíblia, mais me aproximo dele e mais fome eu tenho de conhecimento.

Meu Espírito está transbordando de alimento, mas ainda sinto que não tenho o suficiente, tenho sede do Messias na minha vida diariamente, e quando não invisto tempo com Ele, eu realmente posso dizer que fico inquieta e me sinto sozinha.

A minha tempestade não acabou, satanás me ataca diariamente, mas ele não pode me vencer ou me afetar mais, porque o Filho de D'us, Yeshua HaMashiac, agora vive em mim e Ruach Hakodesh (Espirito Santo), me fortalece e me guia, me ama e me dá graça diariamente.

Eu amo Yeshua e oro para que todos os que estão sem ele, venham um dia a encontrá-lo, hoje sou parte do corpo onde o Messias é a cabeça, ele é a paz e o amor eterno, que vem de nosso Pai Celestial e Salvador, o D'us de Israel.

Silas Anastácio
Evangelista e Expositor Bíblico
JERUSALÉM ETERNA