O ímpio com a boca destrói o próximo, mas os justos são libertados pelo conhecimento. Provérbios 11:9








Data Publicação: 25/09/2017 10:08:04
Bancada evangélica se "ajoelha" para o Vaticano

Recentemente uma reunião liderada pelo líder do PSC, Victório Galli, reuniu a bancada evangélica e a bancada católica para discutir a retratação do Brasil em relação ao pedido do Vaticano, do qual tinha pedido ao governo Brasileiro que não apoiasse o aborto; e que acatasse a definição natural de família, um homem e uma mulher.

https://noticias.gospelprime.com.br/governo-temer-onu-familia-homem-mulher/

 

Na ONU, governo Temer rejeita definição de matrimônio proposta pelo Vaticano

http://brasil.estadao.com.br/noticias/geral,na-onu-governo-rejeita-definicao-de-matrimonio-do-vaticano,70001987233

 

Temer recua e acata pedido encaminhado por Galli e vai levar recomendação do Papa à Onu 

http://www.rdnews.com.br/legislativo/temer-acata-pedido-encaminhado-por-galli-e-vai-levar-recomendacao-do-papa-a-onu/90141

 

Uma das coisas mais intrigantes sob minha ótica, é que o governo Temer e PMDB eram o maior rival do governo Lula e Dilma, do qual quase levaram o Brasil ao desmoronamento, com uma política corrupta, imoral, anti-semita e anti-cristã; e de repente, a bancada evangélica apoiou quase na sua totalidade o governo Temer, que de forma bem previsível, repetiu a mesma política da Dilma e Lula, eu diria até que ele deu alguns passos a mais contra Israel e a Igreja, muito mais que o governo Dilma.

Temer teve encontro com o líder da Autoridade Palestina (Mahmoud Abbas)

https://noticias.gospelprime.com.br/temer-convida-o-presidente-da-palestina-para-vir-ao-brasil/

 

Mahmoud Abbas é um dos principais nomes do terrorismo mundial, líder da Palestina ( uma das nações que mais perseguem cristãos no mundo), dentre várias ações, ensina as crianças a matarem judeus.

Meu artigo sobre o por quê cristãos não devem apoiar o Presidente Temer:

http://www.ministeriodavar.com/por-que-cristaos-e-judeus-nao-devem-apoiar-o-presidente-temer.aspx

 

Diante disto, no mínimo é contraditório apoiar um presidente que apoia abertamente o islamismo, apoia o homossexualismo, o aborto, é anti-semita e anti-Igreja e depois chamá-lo para mudar as leis que são contra os itens que citei acima. Não seria mais fácil não elegê-lo? Mas parece que sob a ótica da bancada evangélica, não funciona assim, jogadas políticas e interesses escusos estão à frente dos mandamentos bíblicos.

De fato, as alegações sobre família procedem, indubitavelmente, mas pedir para que o governo Temer se retrate para o Papa Francisco?

Sabemos que há algumas questões políticas que defendemos em conjunto com a Igreja católica, tais como o casamento entre homem e mulher e a proibição do aborto, já no que concerne a Israel e aos Judeus, a grande maioria de evangélicos tendem a defendê-los, ao contrário da Igreja católica  que tem um histórico de anti-semitismo assustador.

As principais profecias da Bíblia giram em torno de Israel, Jerusalém, a queda das nações gentílicas, o retorno dos Judeus e a conversão nacional de Israel ao Messias Jesus. 

Tanto a política nacional do Presidente Temer e dos últimos presidentes do Brasil foram contra Israel, contra os Judeus e contra a Igreja; assim como também a política do Vaticano que apoia abertamente o islamismo e ainda chamou Mahmoud Abbas de anjo da paz!

Meu artigo sobre a Igreja católica e sua ligação com o islamismo:

http://www.ministeriodavar.com/a-igreja-catolica-e-sua-ligacao-com-o-islamismo.aspx

 

Meu artigo sobre a bancada evangélica:

http://www.ministeriodavar.com/o-profano-e-o-santo-bancada-evangelica.aspx

 

Para entender de uma forma ampla meu questionamento, usarei algumas perguntas:

 

1) O governo Temer está praticamente com a mesma conduta da Dilma Rousseff, porque um é derrubado e outro não? Ambos deveriam estar fora do maior cargo do país.

2) O governo Temer se levantou vorazmente contra Israel, apoiando a islamização, aborto e favor do casamento gay, além de grandes corrupções em seu partido. Por que a bancada evangélica ainda está na base do governo?

3) O governo Temer está calado com o colapso Venezuelano e a ditadura esquerdista de Maduro, tentando tratar o assunto de forma democrática. Onde está a bancada evangélica? Precisa morrer mais quantas pessoas na Venezuela?

4) O governo Temer indicou para o cargo de Ministro, o ex-senador Aloysio Nunes, que está tentando aprovar leis para abrir as fronteiras para muçulmanos e grupos ligados a movimentos de esquerda. Isto não é objeto de reflexão para a bancada evangélica? Ou será que 250 milhões de cristãos perseguidos não tem valor nenhum para a bancada evangélica?

5) Onde estão as propostas para abrir as fronteiras para os Cristãos Perseguidos, que vivem uma das maiores perseguições da história? Enquanto isto preferem que o governo se retrate para o Vaticano? O próprio Vaticano fechou os olhos para os cristãos perseguidos.

6) O governo Temer está fazendo oposição ao governo Trump, que declarou apoio a Israel, aos Judeus e aos Cristãos; mostrou indignação aos países comunistas tais como Coréia do Norte, Venezuela e Cuba. Onde está a bancada evangélica para repudiar a política anti-americana do governo Temer?

7) Por que a bancada evangélica deve pedir retratação para ao Vaticano? Os evangélicos estão sob autoridade do Vaticano ou de D'us de Israel? Diante do que vejo está submissa ao Vaticano.

8) O Papa Francisco defende abertamente o islamismo, e mesmo na igreja católica o papa tem enfrentado oposições por causa de sua aliança com o islamismo, que inclusive chamou Abbas, um dos maiores terroristas do oriente médio, de anjo da paz. Por que a bancada evangélica não cobrou uma explicação do Papa sobre isto?

 

Na há dúvidas do que deve ser feito amados irmãos e amigos, não votem mais nos nomes atuais da bancada evangélica, mudem em 180º a política Brasileira, antes que a ruína  do qual vive o Brasil seja irreversível.

Se estes que se auto proclamam servos do Senhor, realmente são, seriam muito mais úteis fora do sistema político, longe de alianças promíscuas, limitando-se apenas a pregação do evangelho, o evangelho do arrependimento.

Mas parece que esta não é a intenção deles!

 

Do profeta Judeu Jeremias:

Adonai desmascara os falsos profetas de Judá e mostra sua indignação contra eles.

O fim deles está próximo!

 

 

Silas Anastácio
Evangelista e Expositor Bíblico
JERUSALÉM ETERNA