O ímpio com a boca destrói o próximo, mas os justos são libertados pelo conhecimento. Provérbios 11:9








Data Publicação: 30/08/2017 20:33:00
Aborto

Ser pai foi um dos maiores presentes que eu poderia ganhar, existem poucas coisas que o dinheiro não pode pagar, uma delas é ser salvo pela graça através do Messias Judeu, ter uma família e ser pai.

Depois de fracassar em muitas coisas, depois de desistir de desistir, muitas vezes fiquei de pé apenas pelo meu filho, que me obrigava a ter força para cuidar dele.

Quantas vezes cansado, eu estava de cabeça baixa enquanto dando-lhe almoço, brincávamos e ele com suas mãozinhas levantava minha cabeça, como se estivesse dizendo:  " -  Papai, Não desista!" E sorria para mim.

Troquei a fralda do meu filho e cuido dele, humildemente dizendo, melhor que muitas mães que vejo, das quais largam seus filhos enquanto ficam em seus smartphones, dentre outras distrações.

Em troca do meu amor por ele, recebo muitos abraços e a certeza que ele me ama, apenas pelo que sou, e não pelo que tenho ou possa oferecer.

Isso me leva a refletir, como pode uma mãe abandonar ou matar seu bebê que não pode nem reagir?

Não estou falando aqui de mulheres que foram estupradas e ficaram grávidas, mas estou falando de mulheres que fazem sexo casual, engravidam e decidem matar, sim, são mulheres assassinas que matam porque suas satisfações pessoais com isto, alcançaram o clímax de seu egoísmo.

Sacrificam seus próprios filhos em adoração ao deus deste mundo e ao deus de si mesmas, repetindo as mesmas práticas antigas e modernas de sacrifícios rituais em adoraçãos aos deuses gentílicos, que ainda recebem o apoio da mídia e de governos, enquanto no Brasil, o silêncio da Igreja predominantemente apóstata, assiste a matança, ocupadas com entretenimento para alegrar os patos gordos dos templos.

Então qual seria a solução para o caso de gravidez indesejada ou por estupro?

Sob minha simplista opinião, em caso de gravidez indesejada ou por estupro, deveria haver um orgão Estatal com dinheiro público, onde a mulher teria um acompanhamento e apoio de instituições religiosas, conforme o desejo da mesma, para ajudar em questões familiares, emocionais, financeiras e todas acompanhadas de um psicólogo(a).

As igrejas deveriam ser obrigadas a enviar recursos financeiros para este órgão,  para patrocinar as pacientes em suas necessidades durante o período de gestão, assim como designar pessoas da própria igreja para o acompanhamento espiritual do indivíduo, ao invés de gastar milhares e milhões com a futilidade de templos majestosos, para massagear o ego de pastores que não se contentam com a simplicidade das coisas.

Dependendo da situação emocional da gestante, deveria haver um atendimento especial e intenso pelo grupo de apoio (Estado, Psicóloga e Religioso), para a gestante não sucumbir nos momentos difíceis.

Os cristãos norte-americanos, sempre foram muito ativos em questões sociais, não apenas nos EUA, mas em quase todos os países do mundo, do qual ainda mantém grande investimento em missões, e sempre que possível eles atuavam exatamente na clínica financiada pelo governo para matar bebês, confrontando as gestantes a não matá-los.

Observe que em um determinado dia do passado, eles foram surpreendidos por um grupo, provavelmente de satanistas de acordo com a Pro Life Society, que encenaram  um ritual satânico em apoio ao aborto, exigindo o banimento da influência cristã dos EUA sobre a questão do aborto, mas não se enganem, eles não querem o banimento de cristãos apenas para questões do aborto, mas para tudo!

Visivelmente fica claro que a questão do aborto, não é apenas uma questão política/social, mas envolve a influência de demônios para destruição da raça humana.

A questão não é fazer apenas leis para coibir a prática do aborto, para mostrar serviço ou para ganhar votos da classe conservadora ou até mesmo por uma questão de consciência, mas isto é uma oportunidade de transformação através do verdadeiro evangelho do Messias Judeu, acompanhando, ajudando, amando e evangelizando a gestante para alcançar a VIDA.

Isto o Estado e as leis não poderão fazer.

 

Matéria sobre o protesto nos EUA no  Life Site News

https://www.lifesitenews.com/opinion/protestpp-protested-by-satanists-in-convoluted-street-theatre-spectacle

 

Vídeo do protesto em frente a Planned Parenthood nos EUA

 

 

Do profeta Jeremias:

O sacríficio de criança é muito antigo, e Adonai instruiu a Israel e os judeus a não fazerem as mesmas práticas que eram e ainda são comuns nas nações gentílicas, não somente no ocidente, mas em todas as nações da terra.

Alguns países tem poucos sacrifícios de crianças e outras em grandes proporções como nos EUA, que recebe apoio da mídia e do governo; na Síria por exemplo, as crianças não muçulmanas são estupradas e outras mortas em sacrifício a alah pelos islamitas.

Diante da absorção das práticas gentílicas em Israel, Adonai mostra sua indignação para com aquela geração de idólatras, que sacrificavam seus próprios filhos a Moloque.

 

Silas Anastácio
Evangelista e Expositor Bíblico