O ímpio com a boca destrói o próximo, mas os justos são libertados pelo conhecimento. Provérbios 11:9








Data Publicação: 02/09/2018 23:04:09
A igreja idólatra

Ao compararmos os sintomas da apostasia de Israel antes da invasão Assíria e Babilônica, podemos identificar os mesmos sintomas em muitas igrejas contemporâneas.

 

Dos sintomas: 

1) Falsa adoração.

2) Religiosidade.

3) Falso mestres e doutores.

4) Egoísmo.

5) Exploração dos pobres.

6) Falta de compaixão.

7) Falta de misericórdia.

8) Adoração a ídolos.

9) Adoração ao dinheiro.

10) Individualismo.

11) Depravação sexual.

 

A verdadeira adoração foi substituída por músicas egocêntricas e um comércio altamente lucrativo.

O dízimo tornou-se um meio de obter prosperidade, independente dos outros atributos como fidelidade, honestidade, compaixão, misericórdia, trabalho, amor e caráter; além de ser investido em objetos e não em prol do evangelismo e ajuda aos irmãos, pobres e as viúvas.

No sertão brasileiro, milhares de missionários sem apoio, assim como no oriente médio, milhões de cristãos passam fome e morrem sem apoio das igrejas ocidentais.

A missão dada pelo Messias de Israel está sendo abandonada, muitas igrejas, pastores, seminaristas e cristãos em geral; não mais evangelizam, o resultado disto? Igrejas mortas e materialistas.

Vivemos a maior perseguição de cristãos depois da segunda guerra mundial, cerca de 60% dos cristãos no mundo. A Igreja Ocidental assiste o genocídio em silêncio, são como telespectadores dentro do "Coliseu Romano" e dando graças por não ser nos países ocidentais!

Os cristãos em grande maioria não conhecem a Bíblia, não estudam, mas conhecem inúmeros livros cristãos, cantores, pastores e padres; se ocupam com inúmeras conferências, são altamente fiéis ao dízimo, mas negligenciam o conselho Bíblico de que devemos manejar bem a palavra sem ter do que se envergonhar e negligenciam também projetos evangelísticos.

Outros substituíram Jesus, por pastores ou líderes religiosos, dizendo que Jesus, o Logos, não é suficiente; mergulharam-se no misticismo e rituais pagãos dentro dos templos cristãos.

Dentro de muitas igrejas, há disputas de cargos, status, prestígios e lideranças; mas, a prática do amor e do evangelismo está morrendo. 

A Igreja passou a viver de festas, acampamentos, corais e quartetos e nunca leram a Bíblia inteira!

Não conhecem o próprio fundador da Igreja!

Por fim, diante de um cenário mundial antissemita, a Igreja que está ligada a Aliança Abraâmica, a Israel e aos Judeus, agora está apoiando a política esquerdista mundial se colocando contra Israel e os Judeus. 

A apostasia da Igreja precede os eventos apocalípticos e o retorno tão esperado de YESHUA HAMASHIAC.

 

Silas Anastácio
Evangelista e Expositor Bíblico
JERUSALÉM ETERNA